Experiências de desinstitucionalizações na Educação em Saúde: apoio mútuo, auto-organização e auto-análise

Experiências de desinstitucionalizações na Educação em Saúde: apoio mútuo, auto-organização e auto-análise

Iniciativa:

Invencionices: experiências de  desinstitucionalizações na Educação em Saúde:

https://join.wsf2021.net/initiatives/10725

 

Los botones llevan a noticia en idioma original o a traducciones manuales que existen 1/ picar el boton deseado (ejemplo EN) y 2/ fijar el motor de traducion automatica del sitio ( arriba derecho) en EN tambien: asi el motor de traduccion reconoce que esta en EN y no lo traduce

Organización autora: 

Rede de Educação em Saúde Coletiva
 

«Adoecimentos e sofrimentos humanos não são só biológicos. São experiências com significados únicos. As causas dos problemas de saúde estão associadas às condições e aos modos de vida, às determinações sociais, econômicas e culturais. 

Aprender a cuidar envolve experiências complexas, saberes das ciências biológicas, sociais e humanas, além de sensibilidade e disponibilidade à escuta e ao diálogo, para compreender e agir em contextos singulares. 

As práticas de educação em saúde costumam centrar-se em lógicas normativas e prescritivas, orientadas por ações programáticas, em detrimento do trabalho vivo em ato, da dialogicidade, do acolhimento, da escuta e dos processos usuário-centrados. 

Para ampliar as experiências de aprendizagem do cuidado em saúde, a Rede de Educação em Saúde Coletiva, desde 2013, conecta práticas de apoio mútuo, auto-organização e auto-análise, entre trabalhadores, estudantes, usuários, movimentos sociais, gestores.

A Rede originou-se numa política pública vinculada à Escola de Saúde Pública do Rio Grande do Sul, Brasil. É uma organização independente e intersetorial, aberta a qualquer interessado. Propõe encontros e ações comuns, para visibilizar análises participativas e a emergência de inteligências coletivas, bem como a socialização de conceitos.

Para ampliar as experiências de aprendizagem do cuidado em saúde, a Rede de Educação em Saúde Coletiva, desde 2013, conecta práticas de apoio mútuo, auto-organização e auto-análise, entre trabalhadores, estudantes, usuários, movimentos sociais, gestores.

Como participar? 

 

  1. Colegiado da Rede

Espaço mensal de reflexão e de construção de ações, aberto às pessoas interessadas. Informações e calendário de reuniões em: https://www.revirasaude.org/resc/colegiado

 

  1. Entrevistas Iniciais

Espaço para pessoas e coletivos, para escuta sigilosa e análise de experiências. Agendamentos em: contato@revirasaude.com

 

  1. Cadastro de ativistas, militantes e movimentos sociais

Em breve será publicado um cadastro on-line interativo e colaborativo para facilitar encontros e ações conjuntas. Em 31 de março de 2021 acontecerá uma oficina aberta para reflexões sobre esta iniciativa (14:30, Brasília, BR | 17:30 UTC). Informações em: https://www.revirasaude.org/movimentos

 

  1. Cadastro de Facilitadores de Educação em Saúde Coletiva 

É uma rede social de aprendizagens solidárias, pública e aberta. Pressupõe que qualquer pessoa tem algo a ensinar e a aprender, incluídos saberes científicos, populares e ancestrais. Prevê cadastros individuais e coletivos. Em 26 de maio de 2021 ocorrerá uma oficina aberta para reflexões sobre esta iniciativa (14:30, Brasília, BR | 17:30 UTC). 

 

  1. Teleatendimento

Dada a emergência de saúde pública, a Rede inclui o cuidado em saúde, na modalidade a distância. Para buscar atendimentos, acesse: https://www.revirasaude.org/mapa-de-teleconsultoresas. Para participar da rede como profissional de saúde, acesse: https://www.revirasaude.org/cadastro-de-profissionais 

 

Além disso, a Rede promove oficinas abertas e gratuitas:

 

  • Revira Leituras: leitura de textos escolhidos pelos participantes e debate de ideias. Inspira-se no grupo @leituravozalta. Acontece semanalmente. Informações no site: https://www.revirasaude.org/leituras 

 

 

  • Percursos formativos singulares, Intercâmbios de Educação em Saúde Coletiva e outras práticas colaborativas de aprendizagem: acompanhamentos de pessoas e coletivos em experimentações e reflexões sobre práticas de aprendizagem autogestionárias. Agendamentos em: contato@revirasaude.com.  

 

Todos os espaços e as estratégias da Rede são abertos, públicos, participativos, entre diferentes atores sociais, proposições e modos de perceber e de agir no mundo.»

Comentario Equipo Publicacion: Noticia publicada a partir de mensaje  email mandado a  gtf.news@news.wsf2022.org 

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada.

Este sitio usa Akismet para reducir el spam. Aprende cómo se procesan los datos de tus comentarios.